DestaqueSociedade

Braga. Atribuídos cerca de 99 mil abonos de família no distrito

O Instituto da Segurança Social atribuiu 98 895 abonos de família no Distrito de Braga. Já no país foram menos 1 787 abonos de família em maio, face a abril, e menos 17 591 relativamente ao mês homólogo de 2016, abrangendo 1,10 milhões de crianças e jovens, indicam dados hoje divulgados.

“Em maio foram processados menos 1787 abonos de família (-0,2%), face ao valor revisto do mês anterior (1 111 384) e menos 17 591 (-1,6%) em relação a maio de 2016”, refere o Gabinete de Estratégia e Planeamento (GEP) na Síntese de Informação Estatística da Segurança Social, que acompanha os dados do ISS,

Segundo o GEP, estes números evidenciam “um comportamento sazonal, sofrendo várias oscilações durante o ano”.

“Outra característica das prestações familiares é o facto de serem divulgadas de acordo com o mês de referência do direito à prestação, ou seja, os meses anteriores são sempre atualizados com base na informação mais recente, nomeadamente a atribuição de prestações relativas a meses anteriores”, adianta o GEP.

Segundo os dados divulgados hoje, sujeitos a atualizações, Lisboa é o distrito do país com o maior número de abonos de família atribuídos (222 557), seguido pelo Porto (213 823), Braga (98 895) e Setúbal (88.897).

Os dados da Segurança Social apontam também uma descida nas prestações por parentalidade pagas em maio face a abril.

De acordo com as estatísticas, o número de beneficiários com prestações por parentalidade situou-se nos 37 010, menos 9,5% face a abril e mais 10,7% relativamente a maio de 2016.

O número de mulheres beneficiárias foi de 25 814, indicando uma descida de 2,6% em relação ao mês anterior e um acréscimo de 9,7% considerando o período homólogo.

Aos homens foram pagas 11 196 prestações, o que aponta para uma queda de 22,2% em relação a abril e um aumento homólogo de 13,0%.

O GEP explica que “as reduções deste mês são consequência da variação positiva excecional do mês anterior, em virtude da calendarização de dois processamentos mensais então iniciada”.

 

comentários